Skip to main content

CAPACITE
MAIS I

Para superar a dificuldade de encontrar no mercado profissionais da área de Manutenção Automotiva, a Usina Ferrari em parceria com o Senai de Araras – SP, criou o Programa Capacite Mais, que oferece formação a Jovens Profissionais em Manutenção Automotiva e Automotiva a oportunidade concreta para o primeiro emprego.

O PROGRAMA

O Programa foi iniciado 2021 com a adesão de 16 jovens com idades entre 18 e 22 anos do município de Santa Cruz das Palmeiras, principal origem dos colaboradores da Usina. O programa oferece preparação teórica e prática de 18 meses e remuneração de salário-mínimo por aluno a título de bolsa aprendizagem.

Os profissionais da empresa foram preparados pelo Senai, em termos comportamentais e didáticos, para receber os jovens durante o estágio na Oficina Automotiva da companhia. Com a conclusão da capacitação, em setembro de 2022, todos os jovens profissionais capacitados serão efetivados na área de Manutenção Automotiva da companhia.

Como evidência da contribuição desta iniciativa para a empregabilidade, dois dos 16 alunos deixaram o Programa porque receberam oferta de emprego na área de manutenção de outras empresas e já estão atuando neste segmento.

PARCERIA
INSTITUCIONAL

O Programa conta com a parceria institucional do Senai de Araras – SP, e foi realizado exclusivamente na Usina Ferrari. A primeira etapa contou com a instalação da Carreta Móvel de aprendizado do. O Objetivo principal do programa, foi a formação direcionada de 16 Jovens da cidade de Santa Cruz das Palmeiras – SP, para a Manutenção Agrícola e Automotiva de forma geral.

A realização do estágio em ambiente corporativo é uma iniciativa inédita nos programas de formação com a assinatura do SENAI de Araras.

CAPACITE
MAIS II

Com o objetivo de investir na formação de jovens profissionais, e inspirados pela edição I do Programa Capacite Mais – Manutenção Agrícola e Automotiva (concluída em 2022), a Ferrari Agroindústria decidiu criar a segunda edição do programa, dessa vez focado na formação de profissionais para a área de Manutenção Industrial: Capacite Mais II – Eletromecânica.

A Edição II do programa foi iniciada em 2022, constituída por 16 jovens com idades entre 18 e 25 anos, dos municípios de Santa Cruz das Palmeiras e Porto Ferreira, cidades onde se concentra a maior parte dos colaboradores da usina.

O PROGRAMA

O programa oferece preparação teórica e prática de 18 meses e remuneração de acordo com o piso salarial a título de bolsa aprendizagem. Alguns profissionais da empresa, na figura de tutores, foram preparados pelo Senai, em termos comportamentais e didáticos, para receber os jovens durante o estágio que acontece na área de manutenção industrial, passando por setores como oficina de manutenção mecânica industrial, elétrica e moenda.

O programa de capacitação dos jovens profissionais será finalizado em fevereiro de 2024, momento em que todos serão contratados de forma efetiva pela usina. Eles ocuparão cargos de início de carreira, com a oportunidade de progredir para posições mais elevadas com base em seu desempenho.

Problema ou Desafio

A Ferrari Agroindústria está situada em uma região que abriga um polo com uma grande concentração de usinas sucroenergéticas. Umas das principais dificuldades enfrentadas pelas empresas do setor na área é a escassez de mão de obra qualificada em Manutenção Industrial. Além disso, um desafio adicional é a necessidade de preparar novos profissionais para assumirem posições na equipe especializada, assegurando uma sucessão adequada, considerando o envelhecimento dos colaboradores atuais. É necessário garantir que sejam formados sucessores capacitados para manter a continuidade e o desempenho da empresa.

O nível de capacitação dos profissionais que atuam no setor, muitas vezes se mostra incompatível para a realização das atividades desempenhadas na área, dada a carência de conhecimento técnico e a baixa escolaridade. Além disso, há o surgimento de novas tecnologias, que agrava a falta de profissionais capazes de diagnosticar e solucionar problemas.

Esse cenário ocorre em meio ao grande número de pessoas em idade economicamente ativa fora do mercado de trabalho, notadamente jovens em busca do primeiro emprego.

Objetivos e Estratégias Estabelecidas

A Ferrari Agroindústria iniciou o Programa Capacite Mais – Edição II: Formação Profissional de Jovens em Manutenção Eletromecânica, para formar jovens que tenham interesse em se profissionalizar e trabalhar com manutenção industrial. Além de ter como objetivo a retenção desses profissionais na empresa, a Ferrari Agroindústria tem como meta investir permanentemente no desenvolvimento técnico e comportamental desses profissionais para montar uma equipe com expertise na área. As principais estratégias adotadas para construção desse programa podem ser desdobradas em etapas:

Etapa 1 – Divulgação: Divulgação do programa e do processo de inscrição de jovens de 18 a 25 anos, por meio de carro de som, site da empresa, grupos de WhatsApp. O processo destacou como condicionante para a participação no programa, que o jovem tivesse interesse na área e perfil operacional.

Etapa 2 – Seleção: O processo de seleção contou com prova escrita aplicada pelo SENAI aos 160 jovens inscritos; dinâmica de grupo entre os aprovados, com participação das áreas de Recursos Humanos da empresa e, por último, entrevista presencial individualizada.

Etapa 3 – Formação teórica e prática: Os jovens participantes do programa vem recebendo formação teórica e prática. Ao contrário da proposta da Edição I do programa, em que os jovens ficaram 12 meses aprendendo a teoria e depois iniciaram a parte prática, na Edição II, a alternância entre teoria e prática tem sido diferente. No primeiro ano, os jovens têm focado dois meses nas aulas teóricas e um mês na parte prática. Os últimos seis meses do programa serão dedicados exclusivamente as atividades práticas. Essa mudança foi proposta como forma de melhoria na segunda edição, visto que esta alternância entre teoria e prática, gera maior fixação dos conhecimentos adquiridos.

Etapa 4 – Formação de tutores: Após a escolha de alguns profissionais da Manutenção Industrial com maior senioridade e bagagem em gestão, o SENAI preparou estes como tutores no quesito pedagogia e acolhimento, para instruir e direcionar o processo de aprendizagem dos jovens.

Etapa 5 – Diálogo: Ao longo de todo o programa tem sido realizadas reuniões mensais envolvendo o Departamento de Recursos Humanos, tutores e o jovens para acompanhamento do desenvolvimento, alinhamento de expectativas e realização de feedbacks.

Público Beneficiado

Foram selecionados 16 jovens com idades entre 18 e 25 anos, residentes nos municípios de Santa Cruz das Palmeiras e Porto Ferreira, SP.

Metodologia de Implantação

Atração e Seleção: Após validação do programa, realizamos a divulgação através de rádio, carros de som e mídias sociais e com isso tivemos cerca de 160 inscritos, que participaram da primeira fase do processo de seleção (Triagem). Após isso, seguiram-se 3 etapas: aplicação de prova de conhecimentos gerais pelo SENAI, dinâmica de grupo e entrevistas.

Capacitação: O SENAI de Araras – SP, disponibilizou estruturas de escolas móveis dispostas na Ferrari Agroindústria, onde por um ano e meio os jovens vem realizando as aulas teóricas e práticas. Além de toda a formação referente a manutenção eletromecânica, os jovens estão recebendo também conceitos de melhoria contínua e conteúdos comportamentais. A parte prática do programa tem distribuído os jovens nos setores da manutenção industrial, com acompanhamento de tutores e de um docente do SENAI que permanece de forma full-time na usina, orientando e avaliando os jovens.

Acompanhamento: A área de Recursos Humanos realiza mensalmente uma reunião com os jovens e o docente do SENAI com o objetivo de orientá-los, e ao mesmo tempo, alinhando expectativas, sanando possíveis dúvidas e acima de tudo, entendendo a evolução e as dificuldades de cada um. O programa tem encerramento previsto para o mês de fevereiro de 2024 e os jovens serão efetivados na Manutenção Industrial de acordo com as necessidades de cada setor e pelo desenvolvimento apresentado individualmente.

Resultados Obtidos

No mês de fevereiro de 2024, será concluído o processo de formação da segunda turma do Programa Capacite Mais, dessa vez com foco em profissionalização na área de Manutenção Eletromecânica. A expectativa, é que todos os participantes do programa sejam absorvidos pela empresa: os jovens serão efetivados ao quadro de colaboradores, em cargos de início de carreira como: auxiliar de manutenção, mecânico, eletricista (posições em nível júnior) no setor de Manutenção Industrial, resultando em ganhos na qualidade de mão de obra da empresa, dada a formação e qualificação técnica de destaque.

O programa permitiu, também, o desenvolvimento dos líderes e tutores entre colaboradores do quadro de Manutenção Industrial, já que eles puderam acompanhar e orientar os jovens durante o programa, aprimorando sua capacidade de ensinar e dar feedback. Portanto, o programa, além de capacitar os jovens participantes, também aprimorou a capacidade de liderança de colaboradores já estabelecidos na empresa.

Sob o ponto de vista da economia da região, a Ferrari Agroindústria contribuiu na formação de pessoas qualificadas para ocuparem as vagas abertas pelo setor sucroenergético, um dos segmentos mais representativos do setor produtivo da região.

Sob perspectiva da Agenda ESG, o impacto social gerado pelo programa foi extremamente positivo, pois ofertou a oportunidade do primeiro emprego qualificado e gerou postos de trabalho formal e renda para 16 jovens dos municípios de Santa Cruz das Palmeiras e Porto Ferreira.

O Projeto atende a todas as dimensões da Agenda ESG, consolidando a oferta de mão-de-obra para uma indústria cada vez mais tecnológica, o ingresso de jovens no mercado de trabalho, a oportunidade de geração de renda e a superação da falta de mão de obra qualificada, uma deficiência produtiva para as empresas do setor.

Investimentos

A Ferrari Agroindústria investiu com recursos próprios mais de R$ 1.500.000,00 no programa Capacite Mais – Edição II. O investimento refere-se à contrapartida contratada junto ao SENAI e a remuneração e benefícios oferecidos aos jovens, que desde o início das aulas foram contratados pela empresa.